projeto 16

Segurança Inteligente

Eixo Desenvolvimento Social

Implementar filosofia de Segurança Inteligente como doutrina de atuação dos órgãos municipais de segurança urbana.

Situação atual

Atualmente, os órgãos municipais de segurança enfrentam restrições organizacionais que não permitem a plena racionalização do processo de planejamento e emprego de seus recursos. O uso mais intensivo de ferramentas de inteligência na organização da segurança urbana pode ter impacto significativo sobre a evolução da segurança na cidade.

Resultados esperados

Aumento geral da segurança a partir da racionalização do uso dos recursos (humanos, materiais, informacionais, financeiros) da Prefeitura em segurança urbana.

Orçamento

Recursos próprios Outros recursos
Investimento 0 0
Custeio 0 0

Linhas de ação

16.2
Promover a Integração com a Polícia estadual.
16.8
Estruturar o Núcleo de Monitoramento Aéreo com Drones na SMSU.
16.6
Capacitar todos agentes de segurança urbana para o uso do sistema “Compstat Paulistano”.
16.1
Garantir a participação de membros das inspetorias regionais da GCM em pelo menos um CONSEG de sua jurisdição.
16.4
Implantar plataforma integrada, acessível e transparente de informações de segurança urbana, buscando integrar bancos de dados, canais de comunicação e sistemas de informação de agências de segurança das três esferas de governo atuantes no município.
16.5
Implantar um sistema inteligente de suporte à decisão em segurança urbana - “CompStat Paulistano”.
16.3
Integrar 10.000 câmeras de videomonitoramento na cidade (city cameras), de forma a expandir o monitoramento de segurança urbana.
16.7
Implantar o Centro de Operações Integradas (COI).